SEGUIDORES

7 de junho de 2013

Fazemos Tão Pouco...


Este comentário é sobre um texto que fala de Amor. O Amor mais puro e mais sublime que uma pessoa pode oferecer a outra – o Amor desinteressado. O Amor que fica feliz com a felicidade dos outros. O Amor que não mede esforços para ajudar, consolar, alegrar.

O texto nos conta a estória de um menino... Através da estória desse menininho, ele nos traz uma linda lição de Amor e Solidariedade. Já faz um certo tempo que fiz este comentário.

Mas confesso que quando visitei o Blog da Autora para trazê-lo para o meu Blog, reli o texto e me emocionei de novo. É impossível não se emocionar... E no entanto, embora a estória seja triste, ela encerra uma mensagem de esperança...

Esperança de vivermos em um mundo melhor, quando realmente passarmos a dar o nosso melhor a este nosso mundo. Leiam o texto e vejam se eu não tenho razão. Segue o comentário:


Que texto mais lindo, amiga! Não pude deixar de refletir sobre as oportunidades que nós deixamos escapar nesta vida, de "fazer mais" e por preguiça, pressa, ou sei lá que outra desculpa podemos dar, fizemos muito menos do que podíamos ou deveríamos ter feito.

Quantas pessoas será que deixamos de ajudar ou simplesmente confortar? Inúmeras sem dúvida, pela vida a fora.

E quando fazemos alguma coisa, geralmente é rápido demais e com a cabeça nos nossos compromissos "inadiáveis", o que torna o feito uma obrigação, sem aproveitarmos a alegria que acompanha quem se sente útil.

E o efeito que nossos pequenos gestos podem causar nas pessoas... Como esse menino da sua estória, que recebeu esse bálsamo chamado solidariedade, no momento mais crucial da sua curta passagem pela nossa terra, e partiu reconfortado. Imagino também a paz que sentiram todos os que puderam colaborar nesta linda "missão" de amor.

Na verdade não fazemos nem o mínimo, quanto mais o máximo. Mas a luta continua, e o aprendizado também. Maravilhoso Post. Abs Denize


Texto a que se refere o Comentário: EU POSSO FAZER MAIS DO QUE ISSO/

Blog:
Ne Quid Nimis...

Autora: Semíramis

14 comentários:

  1. Denize...
    essa história me lembrou de um garoto que faleceu os 5 anos de idade (com câncer) no Hospital São Paulo/SP..meu marido é técnico em radiologia e sempre o atendia e só o via piorar...meu marido chegava em casa transtornado, mas não tinha o que fazer, pois a metástase tomava conta rápida daquele corpinho...
    O que mais angustiava meu marido na época, era o maldito atendimento público...pois aquele garoto passava horas numa fila para poder ter uma consulta...choro só de lembrar...

    ResponderExcluir
  2. Excelente blog. Conteúdo elevado.

    Estou a seguí-lo. Sê bem vinda a seguir o meu.

    Seja Feliz.

    Arcanum

    ResponderExcluir
  3. como sempre, dá que pensar.

    já pegou seu selinho no meu blog?
    está na aba "parceiros/prémios"...algures nas ultimas 3 ou 4 postagens.

    bjs

    ResponderExcluir
  4. É verdade Ro, dói muito ver uma criança em tais condições, a gente sente uma impotência enorme. E o nosso sistema de saúde é uma absurdo mesmo! Mas o que me tocou neste texto, é que ele mostrou que a gente pode se superar para levar consolo a alguém, mesmo nestes casos extremos. Bjs Denize

    ResponderExcluir
  5. tenho certeza que de alguma forma todos recebem algum consolo....
    Ah.....levei teu selo tá
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Obrigada Arcanum! Vou visitar teu blog, não tenha dúvida. Abs Denize

    ResponderExcluir
  7. Oi Sara, comovente o texto, né? Já tenho o Selo Excellent, mas vou acrescentar teu nome junto ao da Rosana, que me indicou. Obrigada, tá? Adorei teres lembrado de mim! Bjs Denize

    ResponderExcluir
  8. Saber que a gente pode dar algum consolo numa hora destas, é um conforto para nós mesmos, não achas? E entendi que quiseste dizer banner, viu?...rs. Obrigada por levar! Eu tenho ainda que arrumar um espaço aqui para os banners dos amigos. Ando tão enrolada...Bjs Denize.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Adorei seu bloguxo!
    Passa la no meu tbm...estou no seus seguidores ^^
    bjuxxx

    ResponderExcluir
  10. Obrigada SuperLiz! Vou visitar seu blog, pode deixar! Bjs Denize

    ResponderExcluir
  11. Muito bom o conteúdo de seu blog!!

    Abração!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Denize

    Fazemos tão pouco, como eu ao postar mensagens edificantes que marcam pessoas maravilhosas como você. Obrigada pelo carinho e pela divulgação de meu post. Sabe o que mais me deixa feliz nessa troca na blogosfera? encontrar um ambiente onde as pessoas podem, se quiser fazer bem mais pela felicidade todos
    A vida é um ciclo, uma corrente sem fim, cujos elos são alimentados pelas energias - boas ou ruins - cabe a cada um como vai receber cada uma e como vai passar adiante!
    Eu posso fazer mais do que simplesmente repassar um e-mail, posso o fazer de forma alegre e bonita, para que outras pessoas possam passar adiante e promover a alegria aos seus semlhantes, isso é o mais maravilhoso!!
    um beijo e muitas alegrias, sempre

    Conte comigo!!

    Semíramis Alencar (albalux)

    ResponderExcluir
  13. Querida Denise,

    Eu sempre acho que fiz pouco e me pergunto como fazer mais.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. tenho certeza que de alguma forma todos recebem algum consolo....
    Ah.....levei teu selo tá
    bjs

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante e esse espaço é seu. Aqui você pode concordar, discordar, ensinar, enfim, passar a sua visão e experiência de vida. E sempre procuro responder a todos.

Só tem um detalhe: comentários agressivos e com palavrões não serão publicados, porque vão de encontro à proposta deste blog, que é contribuir ainda que modestamente, para a Paz e Harmonia.

Desde já agradeço a atenção.