SEGUIDORES

21 de fevereiro de 2011

Uma Linda Viagem, Um Retorno Emocionante, Um Susto

Este é mais um Guest Post no Blog da Comentarista.  E o meu ilustre convidado é o meu amigo e conterrâneo Fernandez do excelente Blog Orsty, que estou sempre visitando para me atualizar sobre os avanços da Tecnologia.

Mas como você verá, não são apenas curiosidades tecnológicas que você encontrará no seu blog. O Fernandez escreve muito bem e no divertido texto a seguir, ele nos apresenta seu talento de "contador de histórias".

Então, agora passo a palavra ao meu amigo Fernandez:

SOBRE MIM


Bom... sou gaúcho de Porto Alegre, apaixonado por minha esposa e que adora ler, viajar e conversar (aliás... depois que começo só colocando um pano na minha boca para parar... rsrs). Adoro meu trabalho e, por causa dele, estou me mudando (de mala e cuia) para Montpellier... alias breve o Orsty será 100% made in France. ;-) rs

Sou gerente de projetos na área de tecnologia ,e há 5 anos, iniciei um trabalho para implantação de Gestão de Inovação. Já nas primeiras consultorias na área percebi uma dificuldade dos profissionais frente a este tipo de iniciativa, pois a prioridade sempre recaia no operacional do dia a dia (e não em criar coisas novas, e inovar). 

SOBRE O BLOG:

Então iniciei o projeto Orsty que consistia em compilar e levar matérias diferentes para discutir com a equipe do projeto uma vez por semana. Em pouco tempo, com estes brainstormings, obtive ótimos resultados e esta ação acabou originando o blog Orsty a cerca de 1 ano atrás.

Hoje no blog busco trazer curiosidades tecnologicas, matérias para refletir (e, as vezes, rir um pouco), e algumas crônicas e reflexões.


SEGUE A POSTAGEM:

O Que há em Comum Entre um Perfume e o Schwarzenegger?


Fiquei muito feliz ao ser convidado por minha querida amiga blogueira Denize. Até porque sou fã dos seus criativos e bem humorados textos. Porém, após a alegria do convite, veio a dúvida sobre o que escrever... Bom, nisso pensei em partilhar uma história curiosa que eu e minha esposa passamos.

Faz alguns anos eu e minha esposa saimos de férias para conhecer o Cairo (Egito) e Istambul (Turquia). No Cairo um amigo egípcio nosso nos levou a uma pequena loja de perfumes.

Chegando lá ficamos amigos do gerente da loja que nos explicou que os perfumes não utilizavam álcool, pois eram a base dos óleos das flores. Minha esposa se encantou e comprou 6 frascos, sendo que um dos frascos era de uma essência de hortelã que era utilizado antigamente como descongestionante nasal (“1 gotinha em um copo de água quente, nunca usar mais que isso!”... Era fortíssimo.).


Fomos então para Istambul e, após conhecer a fascinante cidade, chegou o dia do nosso retorno ao Brasil. No aeroporto um dos guardas (que me lembrou o Schwarzenegger no “Exterminador”), ao passar nossas malas no raio-x, pediu para que eu abrisse a mala...em turco. Obviamente custei um tempo para entender o que o oficial queria (o que fez com que ele ficasse tremendamente "feliz" comigo -  risos).

Abri a mala, mas vi que ele não encontrava o que queria (o que o deixava cada vez mais "feliz"). A sorte é que veio um colega dele, que graças a Deus falava inglês, e me perguntou onde estavam as “garrafas” que ele viu no raio-x. E já foi embora me deixando novamente com o robô.

Nisto lembrei que as “garrafas” deviam ser os perfumes e puxei o pacote com os 6 frascos. O meu amigo Schwarzenegger sorriu com uma cara de felicidade (ou algo próximo disso). Ele pegou um dos frascos e me perguntou (supostamente): - “O que tinha dentro?” Eu disse: - “Perfume!”. Bom, não sei se em turco a palavra “perfume” é igual a português, mas ele entendeu, repetiu “Perfume!”, deu um belo suspiro no ar e começou a abrir o frasco para conferir o aroma.



Neste momento me lembrei do frasco com o descongestionante nasal de hortelã junto com os perfumes... e imediatamente pensei no que seria de nós se o oficial Schwarzenegger cheirasse justamente aquele frasco..., quando fui lhe avisar já era tarde, ele tinha aberto e dado um grande suspiro e... bom, como ele não desmaiou no aeroporto (se é que robôs desmaiam) suspeitei que ele não pegara o frasco de hortelã. Na verdade olhei e vi que ele abriu um perfume de rosas... para nossa sorte. (risos). Nisto ele ficou satisfeito, fechou o frasco e nos liberou para a viagem.

Dei muita sorte, pois certamente o oficial Schwarzenegger iria complicar se pegasse o frasco com hortelã. Mas penso que são estes pequenos acontecimentos bizarros que tornam as viagens interessantes, pois até hoje quando eu e minha esposa vemos algo de hortelã imediatamente lembramos do Schwarzenegger. Por que será? (risos).

Agradeço de coração ao Fernandez, a sua maravilhosa participação neste Blog. Adorei!

36 comentários:

  1. Tb sou gaúcha de PoA, tchê!
    Gostei mto do blog e da história! Fiquei imaginando o guarda surtando tipo o robo que se transformava no filme, mas que bom q acabou bem.
    Vô voltar sempre que puder.
    bjus
    Gina

    ResponderExcluir
  2. Olá amiga Gina!
    Que bom que gostaste do história. Na hora foi um sufoco, mas depois (até hoje) nós damos boas gargalhadas do fato.
    Abraços, Fernandez.

    ResponderExcluir
  3. Denize:
    Muito boa sua ideia de guest post. Quanto ao convidado, parabéns pela escolha.
    Aliás, gaúcho é bom de qualquer jeito. rsrs

    Fernandez:
    Cara, tu tá muito chique. Tô morrendo de inveja, pois adoro a França e nunca tive a oportunidade de ir lá. rsrs
    Concordo contigo que os sustos em viagem são muitas vezes o que a gente mais lembra e depois dá risadas.
    Sucesso em Montpelier. Imagino que seja uma promoção, não? Parabéns.
    abraços aos dois

    ResponderExcluir
  4. Denize, ça va? rs
    Já estou a treinar o meu esquecido francês, para não ser apanhada de surpresa no próximo post do Fernandez!rsrsrs
    Parabéns aos dois. Ao Fernandez pela excelente história (que me fez lembrar o grande detective M. Hercule Poirot) e a ti pela iniciativa. :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá meus queridos!
    hahahahaha...adorei a história real do nosso querido amigo gaúcho! Interessante o poder desse perfume, pois conseguiu tirar o "robô"...rsrsrs...de seu estado de mau humor Schwarzenegger para transformá-lo num quase Buda...hahahahaha
    Amigo, me manda, por favor, o nome desse perfume? Só espero não precisar ir até Istambul para comprá-lo... já pensou se cruzo com o tal robô? hahahahaha
    Muito bacana mesmo! Parabéns ao Fê querido e à Denize, sempre tão atenciosa e generosa com os amigos!
    Grande beijo,
    Jackie
    (ahh...Fê!!! Está de mudança mesmo? Que coisa boa, meu amigo!)

    ResponderExcluir
  6. Olá amiga Antena!
    Pois é amiga... estou ficando chique. :-) rs
    Mas são mesmo estes sustos nas viagem que geram histórias divertidas. Já tive muitos e sempre me divirto contando aos amigos.
    Agradeço pelos votos de sucesso. Na verdade minha mudança é uma re-alocação com algumas vantagens profissionais. :-)
    Grande abraço, Fernandez.

    ResponderExcluir
  7. Ça va amiga Luisa! :-) rsrs
    É legal ir treinando o francês, pois breve vou transcrever meu blog... ;-) rsrs
    Adorei a lembrança do M. Poirot... adorava ler as histórias dele quando era mais novo. :-)
    Beijos minha amiga,
    Fernandez.

    ResponderExcluir
  8. Oi Gina, adorei sua visita, seja sempre bem-vinda! Sempre fico feliz quando vejo meus conterrâneos por aqui.

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Atena, eu gosto muito dessa forma de parceria entre blogueiros chamada Guest Post. Tenho vários outros aqui.

    Meu convidado é um excelente amigo e blogueiro. Fiquei feliz quando ele aceitou meu convite.

    E gaúcho é tudo de bom? Tu és suspeita para falar...rs.

    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi Luísa, você falou uma coisa que eu não tinha me dado conta: Post em francês? Nossa, acho que não vou conseguir mais acompanhar as postagens do nosso amigo. O meu inglês já não é lá essas coisas, o francês então simplesmente não existe...rs.

    Mas você me deu saudade dos meus tempos de leitora da Agatha Christie e fã do "modesto" M.Poirot.

    Adorei te ver por aqui.

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá Jackie querida! :-)
    Os perfumes são muito bacanas, pois não contém alcool... e este foi um dos motivos que fascinou minha esposa, pois ela normalmente é alergica a perfumes, mas este não atacou em nada a alergia dela. Além disso o cheiro dura bem mais.
    Quanto ao robô... certamente é melhor evita-lo... pois além da cara fechada ele só fala Turco... :-) rsrs
    Marca o perfume não tem. Nos frascos só tem as essências escritas (Rosas, Lótus, etc.), mas posso te passar o endereço da loja, mas teria que ir no Cairo para comprar.
    Quanto a mudança... estou no meio da correria e preparações para minha ida. Daqui umas 2 semanas já estarei escrevendo de Montpellier. Estou bem contente. :-)
    Abraços minha amiga,
    Fernandez.

    ResponderExcluir
  12. Oi! conheço o fernandez e a esposa... ele é um cara mto legal mesmo. Dei mta risada ao ler. Mas tem que um dia pedir para ele contar esta historia ao vivo ou colocar um video dele contando no youtube. É mto divertido, dou risada só de lembrar.
    Abçs.

    ResponderExcluir
  13. acho que ja vi uns 'exterminadores' nos aeroportos que passei. se eles estão cheirando perfume, acredito que devem ter descoberto alguma forma de pegar a sarah connor pelo olfato .... hauhuahua
    gostei da narrativa. parabens!
    Luz

    ResponderExcluir
  14. Oi Jackie, também adorei a história contada pelo nosso amigo francês, opa, quer dizer...gaúcho...rs.

    Mas você tem feito ótimos Guest Posts no teu blog com as postagens das amigas blogueiras. Já te disse que adorei essa tua iniciativa.

    Acho ótimas essas parcerias. Assim vamos substituindo a palavra competição pelas palavras união e divulgação. Tudo de bom, né?

    Como sempre, fiquei feliz de te ver por aqui...

    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Grande Andreis!
    Agradeço a visita do amigo por aqui. :-) rs
    Mas não vale dar "ideias" de colocar um video no youtube, pois com meus dotes dramáticos acabaria em Hollywood rapidinho. ;-) rsrs
    Abraços meu amigo, Fernandez.

    ResponderExcluir
  16. me diverti com a história Denize !
    Só faltou ele ( o nosso Schwarzenegger do TSA )falar :
    Hasta la vista baby ! kkkk
    XOXO

    ResponderExcluir
  17. Olá Luz!
    Sarah Connor que se cuide... a tática agora é reconhecer pelo cheiro... :-) rsrs
    Abraços, Fernandez.

    ResponderExcluir
  18. Olá Renata!
    Fico contente que tenha gostado da história.
    Um "Hasta la vista baby" acho que ele só falaria se abrisse o frasco errado. :-) rs
    Abraços, Fernandez.

    ResponderExcluir
  19. Oi meu querido amigo... que chick vai virar francês é???????? Tenho um primo que mora na frança a anos, e ele gosta bastante!
    Adorei esta sua história...fiquei imaginando o cara dando aquela cheirada no frasco e depois os olhos ficando vermelhos, até pufffff sumir!!!!!!
    Ainda bem que isto não aconteceu, eu imagino o qeu viria depois disto....hehehehehe
    Beijo no coração

    ResponderExcluir
  20. oigalé tchê Fernandez
    hahaha se eu fosse o tal segurança turco
    tu tava ferrado ...
    pois eu quando implico com algo
    enqaunto naum matar minha sede de sei la o q num paro kkkkkkkkkkkkkkkkk
    bah acho q toda mulher curti perfume num é mesmo
    e com toda certeza este pequenos detalhes dão um tempero a mais nas viagens

    bjim guri Fernadez

    ResponderExcluir
  21. Denize,

    Ficou ótimo este guest post. Adorei ler. O Fernandez é nota 10. Muito agradável a leitura.

    Para o Fernandez,

    Numa viagem são as situações de "perigo" (e que acabam não tendo consequências ruins)que ficam na memória. Lembro que uma amiga foi viajar, não lembro se era India ou Nepal (por esses lados)e ela ficou super feliz quando o pneu do ônibus furou durante uma excursão no interior. É porque ela, muito acostumada a viajar, já sabia que são essas coisas que se tornam aventura e ficam guardadas.

    ResponderExcluir
  22. Véio, se fosse carnaval, e fossem algumas décadas atrás, justamente por ser perfume é que tú tava ferrado!KKK

    Abraços.

    ResponderExcluir
  23. Oi Andreis, então você conhece o Fernandez e a esposa? Legal. E fico feliz em receber mais um conterrâneo aqui.

    O Fernandez é um excelente amigo. E um maravilhoso contador de histórias, como a gente pôde comprovar neste texto.

    Tua sugestão está anotada. Vamos pedir a ele que grave um vídeo contando a história. Não tenho dúvidas que será imperdível...

    Abs

    ResponderExcluir
  24. Oi Luz, obrigada por participar aqui, viu? Abs

    ResponderExcluir
  25. Oi Renatinha,

    E eu me diverti também com teu comentário: "Hasta la vista baby!" é perfeito! Adorei!...rsrs.

    Bjs

    ResponderExcluir
  26. Oi Valéria, que beleza, né? Fiquei até com pena quando soube que o nosso amigo vai morar na França. Imagino que chateação vai ser isso...rs.

    Com relação a história, fiquei imaginando a expectativa... Nossa! Ainda bem que tudo deu certo.

    Tua presença é sempre motivo de alegria por aqui.

    Bjs

    ResponderExcluir
  27. Oi Juci,

    Tua presença aqui deixou o ambiente ainda mais gauchesco. Maravilha!

    Obrigada por participar aqui, viu?

    Bjs

    ResponderExcluir
  28. Oi Leila, este é o o segundo Guest Post aqui com histórias contadas por amigos. O primeiro foi o teu, claro.

    Agora são duas histórias maravilhosas, divertidas e muito bem contadas.

    Só posso agradecer...

    Bjs

    ResponderExcluir
  29. GramophoneMan: Valeu sua participação aqui, viu? Abs

    ResponderExcluir
  30. Olá Valéria querida!
    Se ele pegasse o frasco errado acho que iria dar uma bela confusão. Ainda mais que, pelo menos na época, achei uma das fiscalizações de aeroporto mais rigorosas que passei. E certamente uma das mais "simpáticas"... ;-) rs
    Pois é amiga... já estou praticando meu francês. Como desta vez é para ficar estou bem empolgado. :-)
    Bisous, Fernandez

    ResponderExcluir
  31. Olá Juci, minha guria querida! :-)
    Imagino o problemão que iria arranjar se a amiga fosse o segurança... :-) rsrs
    Concordo contigo que são os pequenos detalhes que temperam a viagem. Não importa o local, mas sim como nós aproveitamos a viagem. :-)
    Beijos, Fernandez.

    ResponderExcluir
  32. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  33. Olá Leila!
    Realmente as situações de "perigo" gravam mesmo na memória. Achei o máximo a história da amiga e o pneu do ônibus... (risos)... não sei se iria ficar feliz com isso, mas certamente nestas situações se inicia uma "aventura". :-) rs
    Beijos minha amiga.
    Fernandez.

    ResponderExcluir
  34. Olá Gramophone!
    Dependendo do perfume o problema podia ser maior ainda... (risos)... mas no caso esse só ia fazer o oficial chorar um pouco... :-) rs
    Se bem que se ele pegasse aquele frasco, acho que quem iria chorar seria eu. ;-) rsrs
    Abraços, Fernandez.

    ResponderExcluir
  35. Pinguizinho fofo... eu nao sou gaucha de Porto Alegre, mas eu sempre tento ficar alegre.... serve?! kkkkkkk ai sou boba.....

    Que barato! Eu fiquei lembrando de uma passagem engraçada quando fiz uma excursão para Praga.... são coisas que "o dinheiro não compra", experiencias que guardamos por toda a vida.

    Beijos

    ResponderExcluir
  36. Olá fadinha Sissy! :-)
    Com certeza amiga, não importa onde estamos, o que vale é ser alegre... ;-) rs
    Mas é verdade amiga, estas lembranças não tem preço... além de garantir boas gargalhadas (depois do ocorrido)... ;-)
    Beijos, Fernandez.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante e esse espaço é seu. Aqui você pode concordar, discordar, ensinar, enfim, passar a sua visão e experiência de vida. E sempre procuro responder a todos.

Só tem um detalhe: comentários agressivos e com palavrões não serão publicados, porque vão de encontro à proposta deste blog, que é contribuir ainda que modestamente, para a Paz e Harmonia.

Desde já agradeço a atenção.